sábado, 15 de dezembro de 2012 às 19:23 | 5 milhões de comentários
"O FIM DO MUNDO EM 2012 FOI CANCELADO NO BRASIL, POIS O PAÍS NÃO TEM ESTRUTURA PARA RECEBER UM EVENTO DESSE PORTE"


HISTÓRIA DO NATAL

Antes de Cristo - desde tempos ancestrais o meio do inverno é o momento de celebrações em todo o mundo. Séculos antes de Jesus, os antigos europeus celebravam a luz e o nascimento do mais escuro e longo dos dias de inverno. Muitos povos se reuniam no solstício de inverno quando o pior do inverno ficava para trás e eles podiam olhar em frente, esperando por dias mais longos com mais luz do sol.

Na Escandinávia - o Yule era celebrado no dia 21 de dezembro, o solstício de inverno. Em reconhecimento ao retorno do sol, pais e filhos incendiavam grandes toras de madeira. As pessoas comemoravam até o fogo apagar, o que levava até 12 dias. Os nórdicos acreditavam que cada fagulha representava um novo porco ou gado que iria nascer durante o ano seguinte. O final de dezembro era a época perfeita para celebrar na maior parte da Europa. Nesta época do ano a maior parte do gado já havia sido abatida para que ele não tivesse que ser alimentado durante o inverno. Para muitos, era a única época do ano para conseguir carne fresca. Além disso, a maior parte do vinho e da cerveja feita ao longo do ano já estava fermentada e pronta para consumo.

Na Alemanha - as pessoas honrava-se o deus pagão Oden, do qual os alemães tinham muito medo por seus conhecidos voos noturnos, quando ele decidia quais pessoas iriam prosperar e quais iriam perecer. Em virtude da presença de Oden, a maioria das famílias ficava em casa. Oden é a pronúncia nórdica e centro-eroupeia para Odin, o "deus-chefe" do Valhalla, moradia dos deuses na mitologia da Escandinávia, que antes da chegada do culto ao deus único se espalhou pelo norte e centro da Europa.

Em Roma - os invernos não eram tão fortes quanto no norte da Europa, existia a Saturnália – em honra ao Deus da agricultura, Saturno. Tratava-se de um templo de fartura, onde eram oferecidas comida e bebida, e a ordem social romana era invertida. Durante um mês os escravos se tornavam mestres, as pessoas normais comandavam as cidades, negócios e escolas fechavam para que todos se juntassem às festas. Era a época em que as orgias romanas estavam mais ativas. Também em torno do solstício de inverno, os romanos observavam a Juvenália, honrando as crianças de Roma. Membros das classes dominantes também celebravam o nascimento de Mithra, deus do sol, no dia 25 de dezembro. Acreditava-se que Mithra, um deus infantil, havai nascido de uma pedra. Para muitos romanos, era o dia mais sagrado do ano.

Depois de Cristo - nos primeiros anos do Cristianismo, a Páscoa ou a ressurreição era o feriado principal. O nascimento de Jesus não era celebrado. No século IV, oficias da Igreja decidiram instituir o nascimento de Jesus com um feriado. Mas havia um problema: a Bíblia não menciona a data de seu nascimento. Apesar de algumas evidências sugerirem que o nascimento de Jesus ocorreu na primavera, o Papa Julius I escolheu 25 de dezembro. Alguns estudiosos acreditam que a Igreja adotou esta data num esforço de absorver as tradições pagãs do festival da Saturnália. Primeiro foi chamado de Festa da Natividade, o costume se espalhou para o Egito em 432 e chegou até a Inglaterra no final do século VI. Esse nome foi mantido ou adaptado nos países de língua latina. Em espanhol continua-se comemorando na Navidad e em português o Natal (de natalício, nascimento). Ao final do século VIII, já tinha se espalhado por toda a Escandinávia. Hoje, as Igrejas Ortodoxas grega e russa, celebram o Natal no dia 6 de janeiro, também referido como o Dia dos Três Reis, que seria o dia em que os 3 Reis Magos teriam encontrado Jesus na manjedoura. Mantendo o Natal no mesmo período dos tradicionais festivais de solstício de inverno, os líderes da Igreja aumentaram as chances de que o Natal se popularizasse e também conseguiram ter a habilidade de ditar como ele seria celebrado.
Na Idade Média o cristianismo tinha substituído a maior parte das religiões pagãs europeias. No Natal, os crentes iam à igreja, depois celebravam intensamente, se embebedavam, numa atmosfera tipo Carnaval. Na Inglaterra a cada ano, um desocupado ou um estudante era aclamado como o "Lorde da Má Conduta" e os participantes brincavam com suas ordens e desmandos. Os pobres iam às casas dos ricos e exigiam a melhor comida e melhor bebida. Se os donos da casa falhavam em fornecê-las, os visitantes os aterrorizavam. Natal se tornou uma época do ano em que as classes dominantes pagavam seus débitos reais ou imaginários com as parcelasmenos afortunadas da sociedade. Aqui você também pode perceber de onde surgiu a tradição de "Gostosuras ou Travessuras" da festa americana do Halloween.

Natal Proibido por Lei

No começo do século XVII, uma onda de reforma religiosa se abateu sobre a Europa e mudou a forma como o Natal era celebrado. Quando Oliver Cromwell e suas forças Puritanas tomaram conta da Inglaterra em 1645, eles decidiram tirar a Inglaterra de seu rumo decadente e como parte desses esforços, cancelaram o Natal. Por força popular, o rei Charles II foi reconduzido ao trono e com ele, voltou o Natal. Os peregrinos, ingleses separatistas que chegaram à América em 1620, eram mais ortodoxos em suas crenças puritanas que Cormwell. Como resultado, o Natal não era um feriado na América. De 1659 até 1681, a celebração do Natal era proibida por Lei em Boston. Qualquer um que demonstrasse espírito natalino era multado em 5 shillings. Depois da Revolução Americana, os costumes ingleses foram abandonados, incluindo o Natal. De fato, o Congresso estava em seção no dia 25 de dezembro de 1789, o primeiro Natal sob a nova Constituição. O Natal só foi declarado feriado federal em 26 de junho de 1870. A versão americana de Santa Claus, recebeu essa inspiração de uma lenda Holandesa de Sinter Klaas, trazida por fazendeiros imigrantes no século 17 que se estabeleceram em Nova Iorque, chamada na época, de Nova Amsterdan e de colonização predominantemente judaica. Nova Amsterdan atraia os novos imigrantes holandeses pois foi fundada pelos holandeses que foram expulsos do Brasil, a maioria judeus que haviam sido expulsos de Portugal e Espanha pela Inquisição e imigrado para a Holanda, depois de tentar se fixar, durante vários anos em Olinda, Pernambuco.

Sinter Klass chega à Nova Iorque

São Nicholas fez sua primeira aparição na cultura popular americana em 1773 e depois em, 1774, quando um jornal de Nova Iorque publicou uma matéria sobre o encontro de famílias Holandesas para honrar o aniversário de sua morte. O nome Santa Claus, evoluiu do original holandês Sinter Klass. Numa matéria escrita em Nova Iorque, em 1809, Washington Irving descreve a chegada de St Nicholas, num cavalo, em cada véspera do dia de São Nicolau - 6 de dezembro.

Criado o Papai Noel Moderno

Em 1822 um ministro episcopal, Clement Clarke Moore, escreveu um poema de Natal para suas três filhas, intitulado "An Account of a Visit from St. Nicholas" - Um Relato da Visita de São Nicolau, também conhecido como "The Night Before Christmas" - A Noite Antes do Natal. Moore foi o primeiro a imprimir um dicionário de hebraico para inglês em 1809, com apenas 30 anos de idade. Moore hesitou em publicar o poema devido à sua natureza frívola, mas é o responsável pela moderna imagem de Santa Claus, como "um elfo rechonchudo" com habilidades sobrenaturais de subir por uma chaminé apenas levantando sua cabeça. Uma senhora chamada Harriet Butler conseguiu o texto com um dos filhos de Moore e o submeteu ao editor do Troy Sentinel, de Nova Iorque, onde foi publicado no Natal do ano seguinte, em 1823. Sem autor definido, o texto foi publicado posteriormente em diversos jornais e revistas chegando a constar do The New York Book of Poetry - Livro de Poesias de Nova Iorque, de 1837. Apenas em 1844 o própio Moore assumiu a autoria. Mesmo que alguns elementos do poema de Moore tenham sido pegos de outras fontes, ele ajudou a popularizar a ideia de que Santa Claus voa de casa em casa na véspera de Natal em um trenó puxado por oito renas voadoras, cujos nomes ele criou, e que entregava presentes para as crianças. O "An Account of a Visit from St. Nicholas", criou imediatamente um ícone popular americano.

Papai Noel Vermelho e Branco em 1866

Em 1866, o cartunista político Thomas Nast fez um livro ilustrado a 4 cores, a partir do conto de Moore e criou a primeira imagem moderna de Santa Claus, como conhecemos hoje. Chamava-se "Santa Claus and His Works" - Santa Claus e Seus Trabalhos e foi encartado na edição natalina do jornal semanal Harper's Weekly, a principal mídia americana desde a Guerra Civil. Seus desenhos e mostravam um Santa Claus gorducho, alegre com uma grande barba branca e um saco cheio de presentes para as crianças. Nash também nos deu a roupa vermelha com "peles" brancas, a oficina do Polo Norte, os elfos, e a esposa: Mrs Claus. Mesmo depois disso, durante décadas em cartões de natal e no início do século XX em anúncios publicitários, havia outras imagens para Papai Noel, nos EUA e na Europa: magro, com roupas diferentes como mantos, roupas nas cores azul, branca e vermelha e marrom e muitos com roupa completamente marrom.

Curiosidade

Sobre a populariazação da roupa vermelha de Papai Noel observa-se que os antigos anúncios da década de 1910/20, foi uma época da evolução e popularização dos processos de impressão de jornais e revistas. Antes de se tornarem coloridos, o processo chamado de "duas cores" ainda muito usado até hoje, era uma das coisas mais modernas que havia. Neste processo, temos na verdade 3 cores: o branco ou outra cor do papel; a tinta preta; e outra tinta de qualquer outra cor. Combinando retículas de impressão, pode-se ter misturas entre as tintas e suavização delas com a cor do papel. Adivinhe? A tinta mais usada era a vermelha, pelo motivo óbvio de chamar mais a atenção nos anúncios que o azul, amarelo ou verde. Logo, para as propagandas de Natal, o Santa Claus teria a roupa branca, preta, cinza ou em algum tom de vermelho. Qual você escolheria? Vermelho é claro! Que por isso, ao contrário do que todos acham, não tem nada a ver com a Coca-Cola.




NO RASTRO DA ESTRELA

Três reis, vindo cada qual do seu extremo do mundo, encontraram-se num cruzamento de três caminhos. Uma grande estrela, nova no céu, tinha-os atraído para o mesmo destino.

Juntaram-se as respectivas caravanas de camelos e cavalos e prosseguiram a viagem juntos. Sempre no rasto da estrela, foram dar a uma cidade e a um palácio, onde vivia um rei, chamado Herodes.

– Vimos uma estrela que anuncia o nascimento do rei dos Judeus – disseram os três reis.

Herodes, ao ouvir tal notícia, assustou-se. Rei dos Judeus era ele e temia que lhe roubassem o trono. Mas fingiu-se interessado e pediu aos três reis viajantes que fossem e procurassem saber mais acerca desse acontecimento espantoso, porque também ele queria adorar o Menino, fadado pelo Céu. Era mentira. Percebia-se pelos olhos furibundos de Herodes que era tudo mentira.

Os três reis sábios deixaram a cidade e continuaram por caminhos humildes atrás da estrela anunciadora, até que foram encontrar, em Belém da Judeia, o Menino. Sobre o telhado da casa onde vivia o Menino a estrela parou. Os três reis, que se chamavam Gaspar, Melchior e Baltasar, ajoelharam-se em adoração e abriram os cofres das oferendas. Ouro, incenso e mirra era o que tinham para dar.

Já não voltaram a Jerusalém, porque tinham sido avisados em sonhos para regressarem às suas terras por outros caminhos. Herodes esperou-os, em vão. Furioso e cheio de medo que, mais tarde, pudesse ser destronado, mandou matar todos os meninos de Belém da Judeia. O seu futuro rival – julgava ele – também estaria entre esses inocentes.

E Herodes ria da sua malvadez.

Mas o Menino, que a estrela iluminara, salvou-se. E Herodes perdeu.



CAMPANHA DE CRIANÇAS PARA GANHAR GATINHO TEM MAIS DE 100 MIL CURTIDAS NO FACEBOOK



Nunca duvide do poder da internet. Essa foi uma das lições que Dan Urbano, pai de Remi e Evelyn, de sete e um ano de idade, aprendeu.

Cansado dos pedidos dos pequenos por um gatinho de estimação ele fez uma aposta: só daria o animal se uma foto deles no Facebook alcançasse mil curtidas (mil likes). Em menos de uma semana a iamgem já tem 112 mil curtidas e 104 mil compartilhamentos, ou seja, adesões à campanha das crianças.

A mãe, Marisa Urbano, postou a foto no último dia 7 de novembro com a seguinte mensagem:

"Dan acha que NÃO há maneira de fazer isso. Eu digo que existe, mas se você nos ajudar. Nós realmente queremos um gato chamado peludo. Se você não curtir, pode compartilhar. Os compartilhamentos também contam. Muito obrigada a todos!!"

No sábado, a mãe postou fotos do filhos com novo animalizinho, a quem chamou de "novo melhor amigo". A escolhida foi uma gatinha, que recebeu o nome de Peluda.


Marisa postou também uma mensagem de agradecimento a todos da internet.

"Obrigado a todas as almas gentis que torciam pelos nossos filhos. Isso ensinou a todos nós algumas lições sobre o quanto a bondade realmente há no mundo e quão poderosas as redes sociais são. Nós nunca tivemos a intenção de obter tanta atenção, mas estamos muito felizes de ter colocado sorrisos em alguns rostos e de ter salvado uma vida. Obrigado ao Abrigo Ellen Gifford por nos ajudar a encontrar o nosso mais novo membro da família. Um viva para os finais felizes."

Já o pai não ficou muito satisfeito.




CHRISTMAS SANTA CLAUS PAPERCRAFT



COMO CONQUISTAR UM HOMEM RICO
Vista sua melhor roupa e visite uma concessionária de carros de luxo. Arrase no penteado e na maquiagem, assim você enganará qualquer um deles. Pense rico, olhe rico, pareça rica, pois você está prestes a se tornar a mais nova rica do pedaço. Olhe o Porsche, pergunte detalhes, mas fique de olho se há algum solteiro por perto. Se você encontrá-lo, sorria, se aproxime, se apresente e pergunte a ele qual modelo e estilo de carro combina com você.

Compre um ticket para a apresentação de gala de Lago dos Cisnes. Alugue um traje de gala com um decote considerável e faça o penteado e a maquiagem mais moderna e prepare-se para fazer amizade com vários ricos. Se você tiver sorte, próximo a você sentará um jovem e belo rico. Se não, durante o intervalo vá se socializar no cocktail bar, compre sua bebida, observe até encontrar um homem que pareça estar procurando por uma mulher solteira e invista todo seu charme.

Vá almoçar em um Yacht Clube, procure um mulher sozinha, puxe assunto e pergunte se você pode se sentar com ela. Fazer amizade com uma mulher rica pode ajudar muito no processo de conhecer um homem rico, ela pode ter um primo ou irmão solteiro ou, quem sabe, até um ex-marido.

Coloque na sua cabeça que você vai conhecer um cara rico e você conseguirá. Comece a frequentar lugares como galerias de arte, shows de gala, comece a fazer aulas de tênis, hipismo, vá em corridas de cavalo, corridas de fórmula um e faça amizades. É através de conhecidos que você conseguirá encontrar o rico que você procura.





Você perdeu seus companheiros e agora está por conta própria. A gangue do bairro local está caçando você. Destrua eles com sua dinamente antes que eles o façam! Use as setas para se movimentar e a barra de espaço para largar a sua dinamite.


INGLÊS AVANÇADO COM A TIA CLÔ

HAND = Se entregar por vencido = você se HAND?
YEAR = Deixar partir - ela teve que YEAR.
VASE = Momento de jogada - agora e minha VASE.
CREAM = Roubar, matar, etc. - ele cometeu um CREAM.
DATE = Mandar alguém deitar - DATE ai.
DAY = Conceder - eu DAY um presente para ela.
PAINT = Objeto - me empresta o seu PAINT?
FAIL = Oposto de bonito - ele é FAIL.
RIVER = Pior que FAIL - ele é O River.
EYE = Interjeição de dor. EYE que dor de cabeça!
TO SEE = Onomatopeia que representa tosse - acho que vou TO SEE!
CAN'T = Oposto de frio - o carro está CAN'T.
MORNING = Nem CAN'T, nem frio - o carro está MORNING.
FEEL = Barbante - me dá um pedaço desse FEEL para eu amarrar aqui.
MICKEY = Afirmativo de queimadura - MICKEY may.
TOO MUCH = Legume - quero uma salada de TOO MUCH;
HAIR = Marcha de carro - ele engatou a HAIR.
MISTER = Sanduíche - eu quero um MISTER can't.
MAY GO = Pessoa dócil - ele é tão MAY GO.
YOU = Expressão de curiosidade - YOU seu irmão, como vai?



NEIL DEGRASSE TYSON - ENCONTRANDO KRYPTON


NEIL DEGRASSE TYSON - NOSSA ORIGEM ATÔMICA E UM PENSAMENTO PERTURBADOR


PRIMEIROS LANÇAMENTOS DA LINHA GRAPHIC MSP

O anúncio foi feito no FIQ - Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, do qual Mauricio de Sousa é o homenageado. As primeiras quatro Graphic Novels estão programadas para 2012, cada uma com uma história completa em 72 páginas e no formato 19 x 27,5 cm. Os autores terão liberdade para criar histórias e levar seu estilo para a galeria de personagens criados por Mauricio.

Graphic MSP -Astronauta terá roteiros e desenhos de Danilo Beyruth, criador do personagem Necronauta e autor da graphic novel Bando de Dois, pela qual ganhou o prêmio HQ Mix nas categorias Desenhista Nacional, Roteirista Nacional e Edição Especial Nacional. Beyruth chegou a participar da coletânea MSP + 50, fazendo uma história da Turma do Penadinho.

Graphic MSP - Chico Bento será escrita e desenhada por Gustavo Duarte, chargista do jornal Lance! e autor dos álbuns Có, Taxi e Birds. O artista é outro que venceu o prêmio HQ Mix neste ano, como Melhor Caricaturista e Melhor Edição Única (One-Shot) por Taxi. Ele participou da coletânea MSP 50 desenhando o Bugu.

Em Graphic MSP - Piteco, o responsável será o paraibano Shiko, que atualmente vive na Itália. Ele também não é estranho aos personagens de Mauricio de Sousa e já participou de MSP Novos 50 fazendo uma história do Astronauta.

Por fim, Graphic MSP - Turma da Mônica será feita pelos irmãos mineiros Vitor e Luciana Cafaggi. Atualmente, Vítor publica Valente no jornal O Globo e também participou da MSP 50, fazendo uma história do Chico Bento. Luciana produz a tira Los Pantozelos para a internet e participa do site sobre quadrinhos Lady's Comics.



ParTOBA 12


ParTOBA 13 - O ÚLTIMO...




GRAVITY FALLS - 1° TEMPORADA


Gravity Falls é uma série animada do Disney Channel, que conta sobre as aventuras de duas crianças, Dipper e Mabel, que agora estão em Gravity Falls, uma cidade pequena que fica no estado de Oregon. Eles estão lá porque estavam precisando de um tempo sem as coisas da cidade grande. Acontece que a cidade é cheia de monstros assustadores, que garantirão muitas temporadas à série. A estreia no Disney Channel teve 3,7 milhões de espectadores e chegou a 86ª posição nos iTunes Charts (na categoria séries de TV) por 3 dias seguidos.







UFC Cachaça








HOMEM-ARANHA - O AMIGÃO DA VIZNINHAÇA - PARTE 7

Origem: criado por Stan Lee (roteiro) e Steve Ditko (arte), Peter Parker era um jovem nerd que, durante uma excursão escolar, foi picado por uma aranha infectada por radiação. O acidente deu ao garoto poderes semelhantes aos de um aracnídeo. Em busca de fama, ele criou um uniforme e passou a se apresentar na TV como o Homem-Aranha, mas a sua vida mudou depois de seu tio ser assassinado por um assaltante que ele se recusou em deter. Consumido pela culpa, Peter decidiu usar seus poderes para ajudar as pessoas, como um super-herói. O Homem-Aranha chamava a atenção por ser um herói fora dos padrões: Parker era perseguido e humilhado na escola, precisava se dividir entre os estudos, o trabalho e a vida de herói e ainda cuidava da tia idosa. Em pouco tempo, ele se tornou o maior sucesso da Marvel.

Observação 1: como Martin Goodman, então editor da Marvel, defendia que as pessoas odeiam aranhas, Stan Lee teve trabalho para convencê-lo a publicar o novo herói.

Observação 2: na primeira trilogia do herói aracnídeo no cinema, ele foi vivido pelo ator Tobey Maguire.


Poderes: após ser picado pela aranha, Peter ganhou força e reflexos ampliados, capacidade de aderir às paredes e o famoso sentido de aranha, a habilidade instintiva de prever situações de perigo. Além de seus poderes, criou os lançadores de teia, dispositivos em seus pulsos que liberam um poderoso adesivo líquido inventado pelo herói, que se solidifica em contato com o ar. Essa substância pode se fixar em qualquer superfície, se transformando numa forma rápida de locomoção para o herói, que vive se balançando entre os edifícios de Nova York. Depois de uma hora após se lançada, a melequenta teia começa a dissolver.


Clarim Diário: Parker encontrou uma forma de ganhar dinheiro com o Homem-Aranha usando máquinas automáticas para registrar seus atos heroicos e depois vender as fotos para a imprensa. Foi assim que se tornou fotógrafo freelancer do Clarim Diário, comandado pelo ranzinza J. J. Jameson, editor que odeia o herói e sempre usou o jornal para difamá-lo. E na redação surgiram coadjuvantes com a secretária Betty Brant, o editor assistente Robbie Robertson e o repórter Ben Urich.

Observação: para divulgar suas revistas e seus eventos especiais, a Marvel já lançou algumas edições do Clarim Diário com se fosse um jornal real.


INIMIGOS

DUENDE VERDE (1964): ao sofrer um acidente nos laboratórios de sua empresa , Norman Osborn ganhou força e inteligência ampliadas, mas começou a manifestar surtos de esquizofrenia e megalomania. Ele criou a identidade do Duende Verde e passou a agir no crime organizado. Osborn foi o responsável pela morte de Gwen Stacy e, por muitos anos, todos pensavam que o enlouquecido empresário havia morrido. Mas o vilão retomou para continuar sua luta contra o herói.

HOMEM-AREIA (1963): durante sua fuga da penitenciária, Flint Marko chegou a uma praia onde rolaram experiências com radiação. A areia radioativa se mesclou ao seu corpo e o criminoso passou a controlar a forma, a densidade e o tamanho do seu corpo. Na década de 1990, ele se regenerou, chegando a entrar para os Vingadores. Mas isso durou pouco e Flint voltou pro lado do mal.

DOUTOR OCTOPUS (1963): Otto Octavius era um brilhante físico nuclear, que desenvolveu tentáculos mecânicos para fazer experiências com radiação de forma segura. Mas um acidente uniu o equipamento ao sistema nervoso do cientista, transformando os tentáculos em extensões do seu corpo. Mentalmente desequilibrado, ele adotou o nome Doutor Octopus e se tornou um criminoso.

VENOM (1988): encontrado numa missão em outro planeta, o uniforme negro que o Homem-Aranha usou por algum tempo era, na verdade, uma criatura alienígena que tentou dominar o herói. Abandonada por Parker, ela se uniu a Eddie Brock, um jornalista que odiava o Aranha. Juntos, os dois se transformaram no Venom, um vilão enlouquecido cuja principal ambição é destruir Parker.


COADJUVANTES

BENJAMIN E MAY PARKER (1962): os pais de Peter morreram quando ele ainda era garoto. Assim, ele foi criado por seus tios Ben e May, um casal sem filhos. Foi o assassinato de seu tio Ben que fez Parker se tornar um super-herói e aprender a lição de que, com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades. Desde então, ele passou a cuidar de sua tia doente. Nas primeiras histórias, May era uma mulher frágil e ingênua, mas com o tempo se tornou mais forte e decidida. Em 2009, a velhinha se casou com John Jonah Jameson, o pai de J. J. Jameson.

Observação: em 1974, a Tia May quase se casou com o inescrupuloso Doutor Octopus, para desespero de seu sobrinho Peter. Mas o enlace acabou não rolando.


AMORES

MARY JANE (1966): Mary Jane era vizinha de Peter, mas os dois demoraram algum tempo para se conhecer. A aproximação veio com o assassinato de Gwen Stacy, namorada de Parker na época. Peter e Mary chegaram a namorar, mas a relação não durou. Nos anos 80, o casal reatou e se casou em 1987. Em 2007, no entanto, a Marvel chocou os leitores com a história Um Dia a Mais, em que vários fatos do passado Aranha foram alterados. Na nova cronologia, Peter é um homem solteiro e o casório com Mary Jane nunca aconteceu.

GWEN STACY (1965): primeiro grande amor do herói, Gwen foi a namorada de Peter Parker durante os tempos de colegial. Mas, quando o Duende Verde descobriu a identidade secreta do Homem-Aranha, passou a ameaçar todas as pessoas próximas de seu alter ego. Assim, em 1973, o vilão sequestrou Gwen e a atirou do alto da ponte George Washington. O Aranha tentou resgatá-la usando sua teia, mas era tarde demais.

GATA NEGRA (1979): filha de um ladrão internacional, Felícia Hardy assumiu a profissão da família, até ser detida pelo Homem-Aranha. Apaixonada, a ladra abandonou sua vida criminosa e passou a ajudar o herói. Mas ela só gostava do herói e não tinha interesse pelo comum Peter Parker. Com isso, a relação esfriou e... miou!


Animações: o Homem-Aranha é o campeão absoluto da Marvel em animações, com sete séries animadas entre 1967 e 2008. Dentre tantos desenhos, Homem-Aranha - A Nova Série Animada (2003) merece nota. Criada em computação gráfica para a MTV, fugiu dos quadrinhos e buscou inspiração nos filmes do heróis.

Observação: Ultimate Spider-Man (o mais novo desenho do Aranha): o canal pago dos EUA Disney XD renovou a animação do Homem-Aranha Ultimate Spider-Man para a segunda temporada. Com o desenho, a emissora estreou em 2011 o bloco "Marvel Universe" que, exibido aos domingos, contava com o novo programa do Aranha e também com episódios inéditos de The Avengers: Earth's Mightiest Heroes. O segundo ano de Ultimate Spider-Man contará com o Homem-Aranha se unindo novamente a outros heróis do Universo Marvel - incluindo os Vingadores - e explorando as origens da S.H.I.E.L.D., explicando mais sobre Nova, Punho de Ferro, Luke Cage e Tigre Branco. O consultor criativo Paul Dini e o roteirista Brian Michael Bendis devem voltar para a segunda temporada, assim como todo o time envolvido com o primeiro ano da série. Os dubladores Drake Bell (Homem-Aranha), Chi McBride (Nick Fury) e Clark Gregg (Agente Coulson) também retornarão para seus devidos personagens.


Séries: depois do sucesso das adaptações do Hulk e da Mulher-Maravilha para TV, a CBS levou o Homem-Aranha para a telinha. Interpretado pelo ator Nicholas Hammond, a série conseguiu boa audiência, apesar das críticas de não possuir nenhum vilão dos gibis. Apesar do visual trash, o seriado só foi cancelado devido aos altos custos.

Observação: Homem-Aranha - O Filme (1977); O Retorno Do Homem-Aranha (1978); e Homem-Aranha - A Fúria Do Dragão (1978).


Filmes: Homem-Aranha (2002), Homem-Aranha 2 (2004) e Homem-Aranha 3 (2007) foram a trilogia do herói aracnídeo no cinema. Dirigidos por Sam Raimi e com Tobey Maguire (Peter Parker) e Kirsten Dunst (Mary Jane) no elenco, os filmes viraram uma das franquias mais lucrativas da história, com mais de 2 bilhões de dólares em bilheteria. Produzidos pela parceria Marvel e Sony Pictures, os longas ajudaram a estabelecer as adaptações de quadrinhos com um gênero em Hollywood. Em 2012, estreou O Espetacular Homem-Aranha, que reinicia a franquia do herói. Com direção de Marc Webb, conta com elenco todo novo. Peter Parker será interpretado por Andrew Garfield. A dura tarefa da produção foi fazer o público se esquecer de Raimi e Maguire.

Observação: por achar impossível um jovem criar teias artificiais, os roteiristas dos primeiros filmes do Aranha no cinema deixaram as teias orgânicas.


Histórias Imperdíveis:

...E Agora, o Duende! (...And Now, the Goblin!) - 1971
A Noite em que Gwen Stacy Morreu (The Night Gwen Stacy Died) - 1973
A Última Caçada de Kraven (Kraven's Last Hunt) - 1987
Homem-Aranha Ultimate (Ultimate Spider-Man) - 2000





RUSSOS TERIAM ARMA CAPAZ DE TRANSFORMAR HUMANOS EM ZUMBIS. ACREDITA?

Parece brincadeira de 1º de abril, mas o presidente da Rússia confirmou o projeto de uma arma capaz de controlar a mente de pessoas.

De acordo com o jornal Herald Sun, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, confirmou que o país vem testando uma arma psicotrônica capaz de controlar a mente das pessoas. A arma futurista, que atinge o sistema nervoso central das vítimas, está sendo desenvolvida por cientistas e poderá ser usada contra nações inimigas e até mesmo dissidentes políticos que enfrentam o atual governo.

Putin descreveu a arma como um instrumento novo que pode servir para atingir objetivos políticos e estratégicos. Até mesmo alguns detalhes da "controladora de mente" foram divulgados. É sabido, por exemplo, que ela dispara radiação eletromagnética de maneira semelhante aos fornos de microondas, causando um grande desconforto em suas vítimas.

O ministro da defesa Anatoly Serdyukov disse que, em testes recentes, a arma foi usada para dispersar multidões. De acordo com relatos, a pessoa que recebeu a radiação da arma sentiu que a temperatura do seu corpo aumentou rapidamente. Apesar de alguns segredos de funcionamento não terem sido divulgados, o jornal alega ser conhecido o fato de que ondas de baixa frequência podem afetar células do cérebro, alterar o estado psicológico e até mesmo transmitir sugestões e comandos diretamente para o pensamento de alguém, como se fosse telepatia.

A Guerra Fria produziu uma grande corrida armamentista liderada pela então União Soviética e pelos Estados Unidos. A Terra não foi suficiente para a sede das superpotências e o embate passou para o espaço sideral. Muitas excentricidades foram produzidas nesse período sombrio da História. Que é o caso da arma psicotrônica. Esse armamento, dizem, é capaz de transformar seres humanos em zumbis, mesmo que eles estejam a centenas de quilômetros.

As informações obtidas pelo jornal "Pravda" foram passadas por militares transferidos para a reserva e por cientistas dissidentes não reconhecidos pela Academia Russa de Ciências. Depois que o assunto tomou conta de vários jornais da Rússia, muitas pessoas relataram ter estado sobre inflûencia de armas que, algumas vezes, "entravam em seu cérebro" e ditavam o que fazer.

De acordo com a publicação, a arma tem o objetivo de interferir decisivamente no comportamento de pessoas, levando-as até ao suicídio. As pesquisas teriam começado por volta de 1920 e muitos testes teriam sido conduzidos em grandes cidades com o apoio da temida KGB, a polícia secreta do regime soviético. Com o fim do império comunista no fim dos anos 80, centros secretos de desenvolvimento das armas psicotrônicas foram fechados. Parecem, diz a imprensa russa, que eles estão sendo reabertos.

E aí, dá para acreditar nessa história? Apesar de a notícia parecer roteiro de filme B, talvez agora você tenha motivos para prestar atenção em infográficos sobre como sobreviver a um ataque zumbi.

Militar russo morto por zumbis? Um helicóptero com câmera termal filma um militar russo que foge de algumas pessoas, que são atingidas por tiros, mas nada acontece. Na parte final do vídeo pode-se ver os zumbis arrancarem os membros do corpo do militar. É muito estranho... o que seria este vídeo?







FAZ UMA FOTO PARA MIM, AMOR?

Uma reportagem da revista americana Time revelou que o Brasil é o país onde as pessoas mais mandam fotos sensuais para o parceiro(a). De acordo com a reportagem 64% dos brasileiros confessaram enviar ou já terem enviado fotinhos "safadinhas" para o namorado(a) ou marido / esposa. Em segundo lugar vem os indianos, com 54%.

Tá, isso é legal e apimenta a relação. Manter uma foto sensual no celular, no PC ajuda a criar a expectativa para o momento do sexo real, mas isso deve ser feito com muito cuidado. Primeiro: antes de sair fotografando as nádegas para mandar via e-mail você precisa saber o quanto você confia na outra pessoa, para ter certeza de que num futuro quando vocês não estiverem mais juntos ele / ela não irá publicar isso em algum site. Segundo: tenha certeza de que seu computador está bem protegido, para não ter a surpresa desagradável de num belo dia receber um e-mail de um nerd gordo te chantageando e ameaçando divulgar suas fotos nua sentada na privada que ele roubou do seu PC.

Sei lá, acho que esse é um tipo de intimidade muito complicado, que deve ser reservado para um casal que já se conhece bem e tem certeza do que quer. Além do mais não tem foto sensual nesse mundo que substitua o presencial! Fica a dica. Yo!





PEQUENO MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA A VIDA - PARTE 30

500 sugestões, observações e lembretes para se levar uma vida boa e gratificante.

# 146 – ELIMINE UMA REFEIÇÃO POR SEMANA E DÊ A UM POBRE NA RUA O QUE VOCÊ TERIA GASTADO.

# 147 – CANTE NUM CORAL, OU NA IGREJA.

# 148 – CONHEÇA AO MENOS UM BOM ADVOGADO, CONTADOR E BOMBEIRO HIDRÁULICO.

# 149 – AGITE UMA BANDEIRA NACIONAL NO DIA DA INDEPENDÊNCIA.

# 150 – FIQUE EM POSIÇÃO DE SENTIDO E PONHA A MÃO NO CORAÇÃO QUANDO CANTAR O HINO NACIONAL.




Postado por Jonny Boy
Visit the Site